Autoridades da Grande Loja com os membros da loja fundada em Carajás

Já está devidamente fundada a instalada a ARLS “Wagner Spíndola de Ataíde” nº 94, na Serra dos Carajás, Parauapebas. O trabalho neste sentido aconteceu no dia 8 de setembro, em sessão da Grande Loja Maçônica do Estado do Pará (Glepa), presidida pelo sereníssimo grão-mestre Edilson Araújo. Eram 130 maçons ali presentes, entre delegados, veneráveis, membros de lojas dos quatro cantos do estado e os maçons do quadro desta nova loja simbólica, que vai trabalhar no Rito de York.

ALICERCE
FUTURO MELHOR POSTAGEM
FUTURO POSTAGEM KIDS
FUTURO MELHOR REDACAO
TH SISTEMAS

O grão-mestre estava acompanhado dos seus antecessores, os ex-grão-mestres Wagner Spindola, grande homenageado da noite, por emprestar o nome a nova loja; e Nazareno Nogueira Lima. Prestigiou os trabalhos, como convidado especial, Jordão Abreu da Silva Júnior, secretário-geral da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil (CMSB), vindo do Mato Grosso do Sul.

Na ocasião, foi devidamente instalado no cargo de venerável-mestre da nova loja, Hailton Curcio Ceribella e apresentados os demais 11 membros. A sessão teve lugar no templo da Loja União e Fraternidade de Carajás nº 58, que funciona no núcleo urbano de Carajás, e que também abrigará as reuniões da Loja 94, nas primeiras e terceiras quartas-feiras de cada mês, sempre às 20 horas.

Wagner Spindola recebe avental durante a homenagem ao seu nome

Em sua palavra, o Edilson Araújo destacou a pujança e crescimento da Maçonaria no Pará e anunciou que outras lojas serão fundadas nos próximos meses, chegando a de número 100 ainda este ano. Ele parabenizou os irmãos de Parauapebas pelo passo que estão dando e disse que faz votos de sucesso.

O grande homenageado da noite foi o membro que empresta o seu nome à loja, Wagner Spíndola Ataíde. Foram dezenas de discursos direcionados a ele naquele dia em Carajás, sobretudo dos veneráveis, delegados e irmãos que convivem com ele há mais de 40 anos, destacando suas qualidades, liderança e amor incondicional à Maçonaria.

Wagner, por seu turno, após receber todos os cumprimentos, pontuou como a maior emoção de sua vida a de ser escolhido pelos demais membros e pela Glepa para ter o seu nome batizando uma loja. Disse aos membros da 94 que a missão deles é árdua para manter a loja sempre ativa e vigorosa, mas que confia no compromisso assumido por todos.

Ele foi presenteado com um colar e um avental próprios de membros de uma loja do Rito de York, além de uma maleta para guardar os paramentos.

Estava na sessão o grande escriba, do Supremo Grande Capítulo de Maçons do Real Arco do Brasil, André Gondim, mais o venerável da Loja George Washington nº87- Rito de York, Cristiano Oliveira da Silva e os Past Masters Sérgio Reis, da Loja Grão Pará nº 85 e Eduardo Boulhosa, da George Washington nº 87. Além deles, o grande mestre nacional da Ordem Demolay, Paulo Henrique Ataíde.

De lá, os maçons se juntaram às esposas e demais convidados em um banquete no clube Docenorte, no núcleo, onde as homenagens se seguiram.

(Da Redação)

RADIO CORREIO HORIZONTAL
ROMANCE FAVORITA
DEPNEUS
TH SITES HORIZONTAL