Rio Tocantins chega ao nível de 9,20 metros

Redação Por: Redação

Cidades Diversas

1237 Visualizações

Publicado em 10/02/2018 09:11h

Rio Tocantins chega ao nível de 9,20 metros

Rio Tocantins tem volume acentuado percebido da orla de Marabá /Foto: Evangelista Rocha

Após dois anos sem saber o que era alcançar a marca de 10 metros acima do normal, tida como a cota de alerta na cidade, o Rio Tocantins em Marabá já dá sinais de que a enchente será uma realidade este ano, principalmente levando em conta as previsões climáticas. Nesta sexta-feira (9), a régua de medição na orla indicava 9,20 metros, quando a previsão da Eletronorte, por meio do Boletim de Vazões e Níveis era de 8,71, ontem em Marabá.

Quanto ao clima, a previsão para hoje na cidade é de temperatura mínima de 23° e máxima de 32°, com sol e aumento de nuvens pela manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite. Para o domingo a mesma coisa, embora a previsão seja de 15mm de chuva no dia 11 ao contrário de hoje, com apenas 6mm.

Em Tocantinópolis (TO), cidade que margeia o mesmo Rio Tocantins que aqui passa, a Defesa Civil já alerta os ribeirinhos para a situação. “Desse modo, em virtude do grande volume de água proveniente das fortes chuvas registradas no Estado e nas cabeceiras do Rio Tocantins, a Coordenação de Defesa Civil Municipal de Tocantinópolis alerta à população ribeirinha da cidade e da região para o risco de enchentes”, disse comunicado daquela prefeitura.

Ribeirinhos e da área de influência da Usina Hidrelétrica do Estreito, estão advertidos a não navegar, tomar banho ou permanecer na área abaixo da hidrelétrica, devido ao aumento da lâmina d’água registrada nas estações de monitoramento.

De acordo com as informações da UHE de Estreito, será necessária a abertura das comportas visando o controle de vazão, conforme procedimentos operacionais, medida esta que ocasionará a elevação temporária do nível do Rio à jusante da usina. Segundo monitoramento realizado, o nível do Rio durante essa semana chegou próximo aos 5 metros acima do normal.

O CORREIO não conseguiu os mesmos dados em relação à Hidrelétrica de Tucuruí.

(Da Redação)

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: