O turismólogo que virou dono de ótica

Redação Por: Redação

Cidades Diversas

446 Visualizações

Publicado em 14/11/2017 09:48h

O turismólogo que  virou dono de ótica

Um convite do irmão para abrir uma franquia da Triton em Marabá foi o passo que mudaria os rumos profissionais de Henrique Rocha, escolhido Jovem Empreendedor do ano de 2017 em Marabá. Há apenas 6 anos ele ainda trabalhava na sua profissão de origem, como Turismólogo, tendo chegado a Marabá para trabalhar em um dos maiores hotéis da cidade. Ele topou o desafio do irmão, foi para a iniciativa privada e desde então ajustou o negócio para o ramo de ótica, sem medo de entrar em um nicho que já contava com grandes empresas no mercado.

“Nunca pensei nisso, como seria a relação com outras óticas. Cuidei em investir e em cuidar bem dos meus clientes. Queria que todos saíssem satisfeitos e se retornassem relatando algum problema, trocava os óculos, as lentes, até que estivessem 100% felizes”, conta sobre a sua relação com a clientela. Não apenas isso: em 5 anos de Óticas Helena (nome em homenagem a sua mãe), Henrique foi se preparar melhor para o desafio, participando de eventos do setor, entendendo o processo de fabricação, etc.

A VIDA

Henrique Antônio Rocha tem 35 anos, é natural de Patos de Minas (MG), casado com Thamara Souza e tem duas filhas. O irmão que lhe convidou para trabalhar com a marca Triton foi Jober Frederico Rocha. Após período inicial de sucesso representando a franquia de óculos esportivos, Henrique identificou a demanda por óculos de grau e ajustou o negócio abrindo a Óticas Helena. Continuou com a Triton no Shopping, com um quiosque. Desde então, Jober mudou de ramo, mas o irmão, já apaixonado pelo novo trabalho, continuou prosperando.

Além de turismo, é formado em Gerenciamento de Varejo. Ele também tem curso técnico em ótica e optometria. A partir das lojas de Marabá, já expandiu o negócio com filiais em Tucuruí, Parauapebas, Canaã dos Carajás e até fora do estado, na pujante Imperatriz (MA). A primeira loja ainda existe no mesmo ponto, no cruzamento da Av. São Francisco com a Rua Sérvulo Brito, no coração do comércio da Cidade Nova.

A GUINADA COM A EXPANSÃO NO MESMO SEGMENTO

Na origem do negócio com a franquia Triton, quando ainda não tinha alcançado a estabilidade, Henrique trabalhou paralelamente com corretagem de imóveis. A primeira filha estava a caminho e as contas estavam maiores. “Foi um momento crucial em que pensei muito se mudava de ramo novamente ou insistia em ótica”, conta. Sobre o mercado: “Eu pensei que se eu conseguisse fazer um bom trabalho, conquistando a todo dia um cliente, confiando na propaganda boca a boca, eu conseguiria vencer e fui”.

No dia a dia da franquia de óculos esportivos, muitos clientes pediam indicação de uma ótica para óculos de grau, e Henrique indicava as lojas de referência do setor em Marabá, até perceber ali uma demanda a ser atendida. “É uma necessidade básica, sempre vai ter gente precisando de óculos de grau. Dali em diante eu fui estudar sobre o ramo, fui me preparar e mudei”, relata.

Um montador de óculos experiente chamado Tavares, que havia recém-saído de uma das óticas da cidade, foi trabalhar com Henrique e foi fundamental no aprendizado do patrão sobre o negócio e nos primeiros passos da Óticas Helena. “Eu fui estudando e com o tempo aprendi, também. Semana ´passada eu estava viajando, em um curso, não deixo de participar”.

O empresário também destaca a importância do investimento em tecnologia. Comprou equipamentos modernos e tem seu próprio laboratório. Questionado sobre o que fez o cliente optar pelas suas óticas, Henrique responde: “Primeiramente o compromisso para com ele. Se voltou relatando que não ficou bom o trabalho, eu repito. Ele tem de sair da ótica satisfeito. É o nosso diferencial. Construímos uma relação de confiança. Ele sabe que primeiro eu quero vê-lo feliz. O dinheiro está no segundo plano”.

PREMIAÇÃO

Membro do Conselho de Jovens Empresários (Conjove), Henrique teve o nome escolhido pelos colegas de entidade durante votação em uma lista tríplice. Com isso, ele receberá na noite desta terça-feira (14) o prêmio de Jovem Empreendedor do ano 2017, entregue pelo quarto ano consecutivo. (Da Redação)

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: