Hoje é dia D para João Galvão no comando do Águia

Redação Por: Redação

Esportes Águia

1341 Visualizações

Publicado em 08/02/2018 09:13h

Hoje é dia D para João Galvão no comando do Águia

Futuro do “concursado” João Galvão será definido hoje pela diretoria do Águia

Uma cabeça pode rolar hoje, quinta-feira, dia 8, durante reunião da diretoria do Águia de Marabá. E ela pode ser do técnico João Galvão (o concursado), depois de mais uma derrota acachapante sofrida pelo Azulão na noite de ontem, quarta-feira, dia 7, para o Castanhal.

Durante o jogo de ontem, um patrocinador da equipe chegou a pedir a cabeça de João Galvão para a diretoria e o resultado da partida foi um novo fiasco: 4 a 1 para o Japim da Estrada.

No primeiro tempo, o Águia foi melhor, mas acabou sofrendo dois gols porque o Castanhal soube aproveitar as poucas chances que teve, marcando um de pênalti por meio de Ramon e outro de cabeça, num cruzamento primoroso que alcançou o jovem Dedeco.

Galvão fez alterações no intervalo do jogo, mas o time não conseguiu marcar. E quem não faz, leva, já dizia o ditado popular. Em Castanhal, o time da casa fez valer provérbio e marcou o terceiro gol.

Aos 25 minutos, já baleado em campo, Léo Pará diminuiu para o Azulão marabaense, após belo passe de Felipinho. Mas aos 36 minutos Dedeco marcou seu segundo gol e quarto do Castanhal, selando o resultado da partida e mais um fiasco aguiano, que levou oito gols em dois jogos fora de casa.

Ao final da partida, Eric Di Maria, melhor jogador do Águia em campo, lamentou a quarta derrota seguida. “Não sei como explicar. Tentamos, corremos até o fim. Agora levantar a cabeça e seguir em frente. Temos mais quatro jogos pelo campeonato e precisamos nos agarrar a isso para nos superar”, destacou.

Léo Pará, desanimado, embora tenha marcado o único gol da equipe, disse que “é complicado comentar, falar dessa situação. O placar nos entristece. Estamos trabalhando duro no dia a dia e perdemos dessa forma, mesmo jogando bem. Com o campo encharcado, fica difícil de jogar”, justificou.

Com a vitória, o Castanhal saiu da última posição no grupo A2 para a terceira na tabela de seu grupo no Campeonato Paraense.

O técnico Lecheva, do Japim da Estrada, disse que apesar da situação do gramado, o time da casa conseguiu passar por cima das dificuldades. “Nossos atletas foram guerreiros e se superaram em campo. Vamos seguir treinando forte para encarar os próximos adversários”, disse.

O técnico João Galvão vai tentar se manter no cargo justificando que o time é muito jovem e observando que os dois novos jogadores (Maicon e Elcio) que chegaram ao elenco e podem contribuir para melhorar o resultado nas próximas rodadas do Parazão.

Agora, o Águia vai ter de brigar para não cair para a Segunda Divisão do Parazão e terá três dos últimos quatro jogos em casa. O time volta a campo no dia 20 deste mês, para enfrentar o Paragominas, no Zinho Oliveira. Vai pegar o Remo no dia 24, o Parauapebas dia 3 de março (na Capital do Minério) e recebe o São Raimundo no dia 11 de março, encerrando sua participação na competição.

Os atletas do Águia retornaram ontem à noite para Marabá, via rodoviária. Os jogadores vão treinar durante o Carnaval. Resta saber se com João Galvão ou um novo técnico. Hoje é dia de decisão.

 

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: