Enquete de vice-prefeito de Marabá causa discussão em rede social

Aprovação de armamento para guardas municipais vem recheada de condicionantes dos internautas. Houve até quem cobrasse posicionamento de Toni Cunha sobre o Uber

Redação Por: Redação

Política Destaques

4111 Visualizações

Publicado em 01/12/2017 11:44h

Enquete de vice-prefeito de Marabá causa discussão em rede social

Nesta quinta-feira, dia 30 de novembro, o vice-prefeito de Marabá, Toni Cunha Sá, lançou uma enquete em sua página no Facebook com uma pergunta que causou muitos comentários, compartilhamentos e a tradicional curtida.

A pergunta, em si, é simples, mas o tema é polêmico em Marabá e também em várias partes do País: “Pretendemos armar a Guarda Municipal de Marabá. Você é contra ou a favor?”.

Mais de uma centena de comentários se seguiram em menos de 24 horas, a maioria de aprovação, mas houve também quem se manifestasse com temor e revolta. Veja abaixo alguns dos comentários:

Emmanuella Carvalho Viana: “Concordo, desde que haja uma preparação, para que os mesmos estejam qualificados para exercer!!!!”

Bill Bala: “Tem q primeiro se fazer novos testes psicotécnicos, antes de entregar uma arma na mão desses guardas, alguns não estão aptos a isso, com certeza! Já vi guardas com cada atitude bizarra, imagina tendo legalmente o porte de arma! Vai dar Merda rsrs.”

Dellano Queiroz Contra: Mais fácil desarmar o bandido. A polícia com todo treinamento já dá problema, agora imagina essa galera empolgada de arma na mão...”

Jhefferson Montel: “Isso tem que ser pensado. Não dar pra sair armando qualquer um”.

Mariah Almeida: “Vixi, vou embora de Marabá, muitos não têm capacidade psicológica, (vice) prefeito, sinto muito mas essa é minha opinião. Já vi cada coisa desses meninos, ou melhor, homens”.

Rose Sousa: “Desde que os guardinhas recebam um treinamento e apoio psicológico antes, OK! Porque o que mais vemos é abuso de poder quando a pessoa se encontra vestida em uma farda e de posse de uma arma... Infelizmente”.

Wendel Bezerra: "Sou a favor. Assim como qualquer agente de segurança pública, eles também precisam se defender. Infelizmente, está cheio de pessoas na sociedade que perderam o respeito pelas instituições e acabam usando esse sentimento para agredir e desrespeitar nossos guardas. Se alguém acha que falta preparo, pois que prepare! Todo dia esses cidadãos põem em risco a própria vida nas ruas de Marabá. São alvos ambulantes e nadam podem fazer para se defenderem".

Pulou para o Uber

O vice-prefeito acabou sendo chamado por uma internauta para dar seu posicionamento sobre as multas e apreensões de veículos da Uber. Ele não deu uma resposta como ela queria, mas prometeu avaliar a situação. Veja abaixo:

Karla Silva: “Toni Cunha Sá, o que vc tem a dizer sobre apreensão dos carros da Uber pelos agentes do DMTU em Marabá? Queremos saber”.

Toni Cunha Sá: “Vou levantar qual a razão, Karla Silva. Não sei sequer se procede nessa intensidade. Sou a favor da liberdade de iniciativa”. (Ulisses Pompeu) 

Enquete de vice-prefeito de Marabá causa discussão em rede social[1]

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: