DOMINGÃO: Pânico no Hospital Regional por suspeita de invasão para matar menor baleado

Viatura da Polícia Militar faz plantão em frente ao HR há mais de uma semana. Direção do hospital nega que tenha ocorrido pânico

Redação Por: Redação

Polícia Destaques

6301 Visualizações

Publicado em 16/07/2017 11:41h

DOMINGÃO: Pânico no Hospital Regional por suspeita de invasão para matar menor baleado

Viatura da Polícia está de plantão 24 horas no HR para garantir segurança de um menor que foi baleado na cabeça

Na manhã deste domingo, dia 16, a rotina dos funcionários do Hospital Regional Público do Sudeste “Dr. Geraldo Veloso” foi alterada. Com a informação de que um grupo armado teria pulado o muro do hospital e tentaria matar um menor que está internado desde o dia 8 deste mês, alguns funcionários se trancaram em uma sala e esperavam pelo pior.

A polícia foi mobilizada e até o GTO (Grupamento Tático Operacional) se deslocou para o local para reforçar a guarnição que já está naquela casa de saúde há uma semana.

Procurado por telefone pela Reportagem do Portal Correio de Carajás, o subtenente PM J. Rodrigues informou por volta de 11 horas de hoje que a situação não era tão alarmante como imaginaram os funcionários do HR. Ele confirmou que o comando da PM em Marabá enviou uma equipe do Tático para o local, para dar reforço ao trabalho permanente que está sendo feito ali por uma viatura, que fica no hospital 24 horas.

Segundo o praça da PM, o que aconteceu, de fato, é que um vigilante percebeu que um viciado em drogas pulou o muro do hospital, possivelmente para tentar roubar materiais de construção das obras de ampliação do Regional, e acabou achando que poderia ser um grupo que iria atacar o paciente baleado. “Nossa equipe fez ronda minuciosa no local e os policiais viram apenas esse viciado tentando roubar material de construção. Nada a ver com pânico que os funcionários promoveram”, observou.

Um menor foi baleado na cabeça há uma semana e o juiz da Infância determinou que fosse mantida uma viatura no hospital durante o período em que ele estiver internado, para garantir a segurança do paciente, que deve ter alta ainda hoje, domingo.

Versão do HR

A Reportagem do Portal entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do HR. A informação enviada foi a seguinte: "O Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP) esclarece que, na manhã deste domingo, 16/7, por volta das 7h40, a Polícia Militar foi acionada para fazer uma vistoria no prédio por conta de uma denúncia de que dois homens teriam entrado na área externa da unidade, pulando o muro. Como medida de segurança, o hospital bloqueou a entrada principal do hospital até que a vistoria fosse finalizada pelos policiais.

Os suspeitos fugiram, pulando o muro novamente, sem causar pânico a colaboradores e usuários. Não foi vista nenhuma arma com eles, nem foi roubado qualquer material do hospital.

A respeito do paciente, o HRSP informa que ele continua sob cuidados médicos na unidade. Quanto à presença de policiais, esta é solicitada quando necessário, com o apoio da Justiça".

(Ulisses Pompeu e Evangelista Rocha)

 

Atualizada às 14h44 do dia 16/07/2017

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: