DMTT é o primeiro do interior a adotar o talonário eletrônico

Previsão é que o novo equipamento entre em operação em 15 de dezembro

Redação Por: Redação

Cidades Diversas

324 Visualizações

Publicado em 06/12/2017 15:30h

DMTT é o primeiro do interior a adotar o talonário eletrônico

Agentes do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano de Parauapebas (DMTT) participaram na manhã de hoje, quarta-feira (6), de um treinamento para o uso do talonário eletrônico, um dispositivo portátil informatizado que substitui o tradicional talão de multas. O DMTT é o primeiro departamento do interior do Estado a trabalhar com esse tipo de equipamento.

A previsão da Secretaria Municipal de Segurança Institucional (Semsi), responsável pelo DMTT, é que o sistema comece a entrar em operação em Parauapebas a partir do dia 15 de dezembro. O treinamento, que aconteceu no Centro Universitário de Parauapebas (CEUP), contou com a presença de todos os 80 agentes que fazem parte do departamento de Parauapebas.

De acordo com o instrutor do treinamento, Edvalber Alves Pereira, o uso do aparelho ganhou impulso após os jogos pan-americanos. Segundo ele, pesquisas apontaram que o sistema usado atualmente para registrar multa de trânsito era dispendioso e ineficiente. Ou seja, se usava muito papel e os resultados em termos estatísticos, lisura e segurança eram falhos.

 “Às vezes o condutor nega o delito ou alega que está sendo perseguido pelo agente de trânsito. Pelo sistema eletrônico, tudo é registrado na hora, dando lisura e segurança ao sistema”, explica, observando que no papel o agente pode, por engano, anotar um número de uma placa errado, coisa que pelo sistema eletrônico não acontece.

“No ato de infração vai constar a foto do veículo, placa, local onde foi registrada a multa e toda a documentação de quem estava conduzindo o veículo. Então a pessoa não tem como negar que não foi ela que cometeu a infração”, ressalta o instrutor. Ele diz também que o sistema funciona off-line, ou seja, caso não haja conexão com internet, o registro será feito e lançado no sistema quando tiver online.      

Para o agente Valdenilson Ramos da Silva, tudo o que vem para viabilizar uma ação mais rápida e contribuir para o sistema é positivo. Porque vai ajudar não somente a fiscalização, mas também à própria a população. “O aplicativo não veio apenas para registrar penalidade, ele também serve para fazer consultas e isso também ajuda o motorista que, em qualquer dúvida, pode procurar o agente e pedir uma informação”, frisa.

Ele explica que o aplicativo é atualizado pelo Denatran. Por isso, enfatiza, que qualquer dúvida que a pessoa tiver, relacionada as legislações de trânsito, poderá procurar o agente que ele, pelo aplicativo, poderá informar. E conta que o treinamento para uso do dispositivo é simples, apesar dos muitos recursos que possui.

O secretário municipal de Segurança Institucional, Wanterlor Bandeira, garante que o novo dispositivo vai melhorar o sistema e dar mais rapidez a aplicação das multas. “O novo dispositivo, que registra a foto do veículo, protege o agente e dá credibilidade à infração”, confirma. (Tina Santos com informações de Ronaldo Modesto)

 

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: