Cultura em ebulição no encontro dos rios

Redação Por: Redação

Cultura Destaques

822 Visualizações

Publicado em 27/07/2017 08:24h

Cultura em ebulição  no encontro dos rios

Depois de realizar oficinas artísticas e ações culturais comunitárias e de participar de atos solidários com movimentos sociais na região do Sul e Sudeste do Pará, o Projeto Rios de Encontro encerrou a primeira semana do V Festival de Verão com visita dos jovens cineastas norte-americanos, Ben Ross e Britt Neff, e da deputada do Parlamento Europeu, Julie Ward, às minas da Floresta Nacional de Carajás e a cidade de São João de Araguaia. Nesta sexta-feira (28), na Casa dos Rios, a partir das 19:30, acontece a “Festa das artes com açaí”, com a presença de Julie Ward participando do espetáculo de dança afro “Somos Amazônia” e de uma roda de conversa com jovens do projeto Folhas da Vida.

"Vamos compartilhar com o mundo as múltiplas violências que testemunhamos na nossa convivência aqui", afirmou Britt Neff, emocionada por relatos de violação dos direitos humanos pelo Povo Parkatejê e pelos moradores dos acampamentos Hugo Chaves e Frei Henri.

“Depois de visitar o acampamento Frei Henri e a mina N4, entendemos claramente como sensibilizar jovens em Los Angeles e nos Estados Unidos sobre a vulnerabilidade e resiliência da Amazônia. Nossos documentários de realidade virtual captarão as extraordinárias intervenções artísticas e comunitárias do Projeto Rios de Encontro”, completou.

"O festival da pipa me assustou no primeiro momento", disse Ben Ross. “Testemunhando dezenas de crianças e adolescentes tão concentrados num processo de criação e produção, sem a supervisão de professores ou adultos, coordenados completamente pelos jovens artistas de Rios de Encontro. Nunca vi tanta cooperação, cuidado e colaboração entre gerações, na criação de uma tecnologia baseada em conhecimento ambiental”, reiterou Ross.

A deputada Julie Ward participou de diversas rodas de debates com a coordenação do Cursinho Emancipe e com a turma de Direito da Terra na Unifesspa, estabelecendo parcerias. "Estou aqui para aprender com a  Amazônia e participar de trocas de reflexão e projetos, num momento de crise mundial", explicou Julie Ward.

"Fiquei impressionada com a violência extrema - militar, política, sociocultural e ecológica - e a impunidade no Pará. Pretendo usar minhas atuação política para fortalecer o projeto de transformar Marabá de vitima da exploração e sobrevivência em uma cidade inteligente e sustentável", frisou.

Esta foi a primeira vez que um representante do Parlamento Europeu vem ao Pará em visita não oficial. Julie Ward declarou também que os países ricos precisam conhecer mais de perto a realidade dos povos da Amazônia. “Eu presenciei uma coragem juvenil aqui com capacidade de sensibilizar cada continente. A Amazônia precisa se tornar o projeto pessoal de cada ser no mundo. Aqui, sinto haver esperança!". Mais informação sobre o Projeto Rios de Encontro, é só ligar para o número (91) 98847-8021, e falar com Manoela Souza. (com informações de dan baron)             

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: