A programação do Outubro Rosa em Parauapebas teve início na quinta-feira (5) e segue até o dia 30 deste mês. A abertura aconteceu na sala de mamografia do Hospital Geral do município. A campanha é promovida pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e pela Rede de Atenção à Pessoa com Doença Crônica (DCNT) e tem como “Prevenir sempre é a melhor opção”. O objetivo é ressaltar a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

TH SISTEMAS
FUTURO POSTAGEM KIDS
ALICERCE
FUTURO MELHOR POSTAGEM
FUTURO MELHOR REDACAO

Durante o mês de outubro serão realizadas diversas ações na zona urbana e também na zona rural do município, como orientações sobre o autoexame, caminhada das mulheres, exames de mamografia, arrecadação de lenços e distribuição de camisetas destinada às mulheres com câncer, entre outras.

Segundo a coordenadora da Rede de Atenção da Pessoa com Doença Crônica, Silva Manito, a detecção precoce do câncer de mama aumenta de forma considerável as chances de cura da mulher, por isso ela orienta as mulheres a procurar os centros de saúde e solicitar o exame. O secretário de Saúde de Parauapebas, José das Dores Couto, garante que atualmente estão sendo realizados 40 exames de mamografia na rede municipal de saúde, com os resultados sendo divulgados em no máximo 15 dias. Por enquanto, o município conta com apenas um mamógrafo na rede municipal de saúde, que fica no HGP.

A Campanha Outubro Rosa começou na década de 1990, nos Estados Unidos. Hoje é difundida em diversos países. No Brasil, a primeira iniciativa partiu de um grupo de mulheres, em 2002, e foi marcada pela iluminação rosa do Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 2 de outubro, na comemoração dos 70 anos do encerramento da revolução.

Anos mais tarde, entidades relacionadas ao câncer de mama iluminaram de rosa monumentos e prédios em diversas cidades. Aos poucos, o Brasil foi ganhado a simbólica cor em todas as capitais e o mês de outubro tornou-se símbolo da luta pela prevenção e tratamento.

O Ministério da Saúde registrou um crescimento de 35% na realização de exames, que passou de 3 milhões, em 2010, para 4,1 milhões em 2016. Até julho deste ano, foram realizados um total de 2,1 milhões de testes.

SÍNTESE – A campanha é promovida pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e pela Rede de Atenção à Pessoa com Doença Crônica (DCNT) e tem como “Prevenir sempre é a melhor opção”.

Fotos: Luciano Silva/Ascom Semsa  

A programação do Outubro Rosa em Parauapebas teve início na quinta-feira (5) e segue até o dia 30 deste mês. A abertura aconteceu na sala de mamografia do Hospital Geral do município. A campanha é promovida pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e pela Rede de Atenção à Pessoa com Doença Crônica (DCNT) e tem como “Prevenir sempre é a melhor opção”. O objetivo é ressaltar a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Durante o mês de outubro serão realizadas diversas ações na zona urbana e também na zona rural do município, como orientações sobre o autoexame, caminhada das mulheres, exames de mamografia, arrecadação de lenços e distribuição de camisetas destinada às mulheres com câncer, entre outras.

Segundo a coordenadora da Rede de Atenção da Pessoa com Doença Crônica, Silva Manito, a detecção precoce do câncer de mama aumenta de forma considerável as chances de cura da mulher, por isso ela orienta as mulheres a procurar os centros de saúde e solicitar o exame. O secretário de Saúde de Parauapebas, José das Dores Couto, garante que atualmente estão sendo realizados 40 exames de mamografia na rede municipal de saúde, com os resultados sendo divulgados em no máximo 15 dias. Por enquanto, o município conta com apenas um mamógrafo na rede municipal de saúde, que fica no HGP.

A Campanha Outubro Rosa começou na década de 1990, nos Estados Unidos. Hoje é difundida em diversos países. No Brasil, a primeira iniciativa partiu de um grupo de mulheres, em 2002, e foi marcada pela iluminação rosa do Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 2 de outubro, na comemoração dos 70 anos do encerramento da revolução.

Anos mais tarde, entidades relacionadas ao câncer de mama iluminaram de rosa monumentos e prédios em diversas cidades. Aos poucos, o Brasil foi ganhado a simbólica cor em todas as capitais e o mês de outubro tornou-se símbolo da luta pela prevenção e tratamento.

O Ministério da Saúde registrou um crescimento de 35% na realização de exames, que passou de 3 milhões, em 2010, para 4,1 milhões em 2016. Até julho deste ano, foram realizados um total de 2,1 milhões de testes.

SÍNTESE – A campanha é promovida pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e pela Rede de Atenção à Pessoa com Doença Crônica (DCNT) e tem como “Prevenir sempre é a melhor opção”.

Fotos: Luciano Silva/Ascom Semsa  

DEPNEUS
RADIO CORREIO HORIZONTAL
ROMANCE FAVORITA
TH SITES HORIZONTAL