(Foto: GE)

O jornal alemão Der Spiegel fez mais revelações nesta quarta-feira de documentos vazados pelo Football Leaks e analisados pela Mediapart e seus parceiros da rede europeia Investigative Colaborações (EIC), a respeito de negociações confidenciais entre clubes e jogadores. O tema noticiado agora é sobre a saída de Mbappé do Monaco para o Paris Saint-Germain, no meio de 2017. Entre os pedidos do jovem atacante francês, negado pelo clube, um tinha relação direta com o brasileiro Neymar: em caso de vitória da Bola de Ouro, ele queria ter o maior salário do clube, triplicando o ganho anual líquido de € 10 milhões (cerca de R$ 430 milhões) , acima do teto dado ao companheiro de time.

ALICERCE
TH SISTEMAS
FUTURO MELHOR REDACAO
FUTURO POSTAGEM KIDS
FUTURO MELHOR POSTAGEM

Mbappé teve que se contentar com um bônus em caso de conquista do troféu. Se levar o prêmio de melhor do ano, ganha € 500 mil (R$ 2,15 milhões).

Outros dois pedidos recusados foram de um ganho extra se o PSG fosse excluído da Liga dos Campeões pela UEFA por causa do Fair Play Financeiro e 50 horas por ano de voo em jato privado.

Uma das cláusulas aceitas foi de pagamento de € 30 mil mensais (cerca de R$ 129 mil) para financiar o aluguel e três funcionários pessoais (um mordomo, um motorista e um segurança). (Fonte: GE)

ROMANCE FAVORITA
RADIO CORREIO HORIZONTAL
TH SITES HORIZONTAL
DEPNEUS