Foto: reprodução

O ator britânico Idris Elba se sente “honrado e agradecido” pela escolha de homem mais sexy do mundo pela revista “People”, mas considera que o mais importante desta terça-feira é que os americanos compareçam para votar nas eleições legislativas.

TH SISTEMAS
ALICERCE
FUTURO POSTAGEM KIDS
FUTURO MELHOR POSTAGEM
FUTURO MELHOR REDACAO

Elba se mostrou surpreso com a escolha através de sua conta do Twitter. “Quem iria imaginar?”, disse ao agradecer a publicação e seus admiradores por terem votado e eleito “o homem mais sexy de 2018”.

O ator também aproveitou para dizer que “o mais importante” hoje é a votação nas eleições legislativas, nas quais os Estados Unidos renovarão toda a Câmara de Representantes e um terço do Senado, e que são consideradas uma avalição sobre a gestão do presidente Donadl Trump.

“Seu voto pode fazer a diferença!”, afirmou o ator ao se dirigir a seus admiradores.

Elba, de 46 anos, é o terceiro inglês que recebe o reconhecimento da “People”, depois do ator Jude Law (2004) e do jogador David Beckham (2015).

Vinte e dois anos depois de a “People” nomear Denzel Washington o homem mais sexy do mundo (1996), Elba se tornou o segundo negro a a receber este reconhecimento.

O intérprete, que ficou famoso por seu papel de Stringer Bell na aclamada série americana “A Escuta” e posteriormente por dar vida ao detetive Luther na emissora britânica “BBC”, foi nomeado Cavaleiro do Império Britânico em 2015 pela rainha Elizabeth II.

Entre seus novos projetos está a série cômica que estreará na plataforma Netflix “Turn up Charlie”, que produz e protagoniza, e o papel de vilão no filme “Hobbs and Shaw”.

Depois de dois divórcios, Elba, que é pai de dois filhos de 16 e 4 anos, está noivo da modelo Sabrina Dhowre, de 29 anos. (EFE)

DEPNEUS
TH SITES HORIZONTAL
ROMANCE FAVORITA
RADIO CORREIO HORIZONTAL